O que é o PMOC de Exaustão?

O Plano de Manutenção Operação e Controle (PMOC) é um instrumento organizacional e normativo que torna possível programar rotinas para conservação de equipamentos através de um conjunto de medidas próprias de manutenção e operação, visando assegurar o perfeito funcionamento dos equipamentos e garantir a segurança das pessoas que estão expostas a estes ambientes.

O Brasil ao longo das últimas décadas tem evoluído muito no que se diz respeito à segurança, criando mecanismos para minimizar os riscos de acidentes, em especial os trabalhistas.

Com a expansão das cozinhas profissionais, naturalmente passaram a ocorrer mais incidentes nestes ambientes, principalmente relacionados a incêndio. Com isto, tornou-se necessário aprofundar os estudos e normatizar medidas de proteção contra acidentes e para conservação de equipamentos.

A normatização do PMOC de exaustão de cozinhas profissionais se dá ao fato da última atualização da norma ABNT 14.518/2019 ter incorporado a obrigatoriedade de todos os estabelecimentos com cozinhas profissionais disporem deste instrumento devidamente registrado com a ART do responsável pela manutenção.


Etapas do PMOC

O PMOC é uma ferramenta organizacional, pois dispõe de duas etapas de trabalho que devem ser elaboradas e acompanhadas de forma dinâmica para que se tenha êxito: o planejamento e a manutenção.


Planejamento

O planejamento deve conter a programação das rotinas de manutenção preditiva, preventiva e corretiva a serem adotadas, mas também deve compreender os balizamentos das ações referente aos impactos causados por paralisação ou identificação de manutenção inadequada. Apesar das inspeções não serem parte integrante do PMOC, nesta etapa é possível as prescrever de acordo com a periodicidade determinada pela norma conforme a classificação do sistema de cocção.


Manutenção

A manutenção de acordo com a ABNT NBR 14.518 tem que ser “realizada por técnico capacitado sob a supervisão de técnico habilitado”, conforme as rotinas sugeridas no Anexo A da norma ou de acordo com orientação dos fabricantes em todos os componentes do sistema: coifas, despoluidores, dutos e acessórios, ventiladores, equipamentos de proteção, quadros elétricos e de comando, e todo o sistema de combate a incêndio.

Uma das principais atividades da manutenção é a limpeza que deve compreender todo o sistema de exaustão e combate a incêndio, sendo em alguns casos a periodicidade determinada, como, por exemplo, as coifas, a serem limpas diariamente pelo próprio usuário. Já as outras partes devem ser limpas periodicamente de acordo com o volume de deposição de poluentes em qualquer parte do sistema, que não podem ser superiores a 3mm (neste caso, deverá ser executado por profissional qualificado e habilitado por ser uma atividade de maior complexidade). Os laudos das inspeções, quando encontrados os níveis de deposição de poluentes em condições necessárias ou críticas para limpeza, servem de mecanismo para a manutenção preditiva.


Palavras finais

Um Plano de Manutenção Operação e Controle bem elaborado e executado serve para que se tenha melhor eficiência do sistema, menor consumo de energia e maior durabilidade dos equipamentos, além de garantir a segurança e conforto dos ocupantes deste ambiente.

Compartilhar esta publicação

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on print

Outras Postagens

Inspeção no sistema de exaustão
Auditoria

A inspeção no sistema de exaustão

Por que inspecionar? A inspeção no sistema de exaustão de cozinhas profissionais é primordial para que seja garantida a segurança do ambiente como um todo:

One Response

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos prontos e você?

A Ar Plac atende com excelência desde 1989. Conte com nossa experiência e competência!